12/12/2010

O prometido é devido....



Olá a todos(as), espero que tenham passado bem ,agradeço desde já em meu nome, do Gui e da Mamã as vossas felicitações e lembranças, os lírios ainda estão viçosos,pois mal entraram na minha cx de correio foram directos para a jarra c/agua.
Pois é verdade esta semana foi intensa em emoções e também em algum desgaste físico mas claro que estaria mentindo se não vos confessa-se que foram dias excelentes ,a começar pelo fim de semana passado mais exactamente no sábado .
Faz hoje uma semana e um dia que este rapaz (querias ser)mais a respectiva (rapariga) rumaram até Stª Maria da Feira foi uma viagem sem história pela auto-estrada, bom a única coizita que me deixou alguma indignação foi o facto de em todas as áreas de serviço do auto-estrada o preço do café ser o mesmo e ter um (agradável)preço, 95 cêntimos .
Se fechasse-mos os olhos até poderíamos pensar que estaríamos em uma qualquer área de serviço de um auto-estrada italiano ou francês mas não a terrinha é mesmo Lusitana e os donos destas empresas tem de ganhar o máximo no mínimo espaço de tempo e provavelmente o que pagam aos funcionários é o mínimo no maior espaço de tempo possível.....
Mas falemos de coisas mais alegres ,que é o mesmo dizer, voltar ao fio da meada.
Bom chegado e este ponto do relato, perguntarão, mas o que raio foram eles fazer à Feira FAÇO AQUI UM PARENTISIS ( Soube na dita que desde que passou a cidade passou a ser chamada por Feira ao invez de Stª Maria da Feira ...coisas Lusitanas....)
Mas dizia eu, respondendo à vossa pergunta, fui à Feira a um workshop de cozinha vegetariana.....

TICO E TECO JUNTOS: MAS ELE TÁ COMPLETAMENTE AVARIADO FAZER TREZENTOS KILOMETROS PARA VER COZINHAR RABANETES ESTAMOS MESMOS SOZINHOS TEMOS DE PEDIR A TRANSFERENCIA....

VÁ LÁ MENINOS PORTEM-SE BEM, ENTÃO, SE CALHAR NÃO GOSTARAM, QUEREM LÁ VER....


Desculpem este aparte... mas dizia eu que fui a um workshop de cozinha vegetariana ,foi muito agradável o pessoal era super simpático e fiquei a conhecer um pouco mais de como se pode cozinhar sem carne fazendo uma alimentação equilibrada e acima de tudo saudável.
O prato que preparamos foi o nosso almoço que estava excelente até a Maria gostou o que demonstra que o menu estava mesmo bom.
Posso adiantar que o menu foi um arroz de pato sem o dito e mais não digo, senão ainda começam a salivar hehe.
E assim foi passado o dia de sábado. Foi quase ao final da tarde que rumei a Ovar onde pernoitei, ainda fui conhecer a praia do Furadouro mas o tempo estava péssimo o que nestas ocasiões nos impossibilita de podermos desfrutar de paisagens que com um céu azul e um sol radioso tem um aspecto bem mais agradável, mas temos que aceitar afinal de contas estamos no Inverno portanto é tempo do frio chuva e vento.
O S. PEDRO não quis fazer-nos essa amabilidade e desde o final da tarde de sábado até ao final do dia de Domingo hora a que cheguei a Lisboa não parou de cair agua.
Sei que passei perto onde moram alguns que aqui me visitam mas infelizmente o tempo era reduzido e seria impossível podermos ficar à conversa (quem me conhece sabe que estou um tagarela) e resolvi eleger uma amigo da blogosfera que já à algum tempo tinha vontade de conhecer .
E assim foi Domingo tive o privilégio de conhecer o amigo Bártolo e esposa um casal que nos recebeu calorosamente . Estivemos á conversa (como não podia deixar de ser ,claro) desde o belíssimo repasto num restaurante da belíssima cidade da Figueira (ainda me lembro quando miúdo ouvir na radio a mãe do nosso conhecido sexólogo Júlio Machado Vaz cantar FIGUEIRA FIGUEIRA DA FOZZZZZZZZ é uma cidade que sempre me encantou nem sei bem porquê )até ao final da tarde quando tive de fazer a agulha para Lisboa City .

Nâo quero deixar de agradecer ao casal Bartolo a hospitalidade e dizer-lhes que foi para mim muito importante conhecer os pais da Susana, uma amiga que foi muito importante para mim neste percurso que venho a fazer desde que entrei para o "clube" ....

Foi uma viagem "excelente" e bem molhada pois ao longo de todo o trajecto o S.Pedro manteve todas as torneiras abertas. (o aumento da tarifa da electricidade não será por não haver agua nas barragens este ano)
A intensidade da chuva era tal que fui obrigado a reduzir a velocidade na auto-estrada pois a visibilidade era quase nula.
E assim se passou o fim de semana como num abrir e fechar de olhos . A verdade é que quando estamos a fazer algo que nos deixa felizes o tempo corre é nestas alturas que temos de viver intensamente aproveitando cada minuto cada segundo...
E para finalizar (alguns já sabem) estes dias maravilhosos, o meu neto resolveu conhecer este mundo com a ajuda da mãe claro .
E é assim no fim de semana passado era um "rapazola" com o estatuto de pai e agora adquiri o estatuto de avô e em verdade vos digo não dói mesmo nada ,hehehe.
Fiquem bem e façam por aproveitar bem a vida.
ABREIJOS

2 comentários:

JBártolo disse...

Olá Jorge:
Renovamos aqui os nossos desejos de que tudo esteja a correr bem com o Gui e toda a familia.

A vossa visita foi para nós muito agradável e muito bem vinda. Nós sabiamos do apoio que todos, sobretudo o Jorge, tinham dado à nossa filha. Estaremos para sempre muito agradecidos e serão sempre bem vindos a esta nossa casa. Pena foi o tempo estar tão mau. Fica desde já o convite para uma outra em melhor tempo e quem sabe já acompanhados pelo "nosso" Gui.
Abraços e beijos para todos

BRANCAMAR disse...

Olá Jorge,

Já tinha lido este texto, mas ando tão ensonadita que por vezes já não dá para escrever. Venho agora, hoje é dia sim, para dizer quanto fiquei feliz com esse encontro com este nosso amigo, que sabia que o Jorge gostava muito de vir a conhecer.
Espero que o Gui esteja óptimo e a mãe também, têm sido dias felizes e como este ano têm um menino Jesus a sério aproveito para desejar já um Feliz Natal por aqui, com muitas prendinhas, embora espere ter tempo para o fazer por outras vias.

Beijinhos para todos aí em casa.
Branca