29/08/2010

Ruminações pré-concebidas.....

Olá a todos ,em primeiro lugar quero agradecer os vossos comentários de apoio pois sem eles esta minha caminhada seria bem mais difícil ,isso estou seguro.
Possivelmente serão muito poucos os que não "sabem nem sonham" o quanto é importante este vosso apoio nestes períodos onde os caminhos tendem a ficar mais íngremes e pedregosos.
Com a vossa preciosa ajuda já tenho uma quantidade apreciável de basaltos recolhidos neste meu caminho ,espero num futuro breve estar em condições de começar a construção....

Hoje, neste Domingo soalheiro em que a temperatura convida à praia ou pelo menos a um passeio pela Natureza talvez não seja o dia ideal para "falar" sobre um tema tão polémico como o PRECONCEITO.

Aqueles que me acompanham há mais tempo sabem que eu não tenho dias estipulados para falar sobre isto ou aquilo hoje apetece-me e pronto julgo até que todos os dias são bons para discutir ideias tendo como primeiro principio que não somos donos da verdade e que o facto de mudarmos de opinião perante uma sólida argumentação não é sinal de fraqueza mas sim sinal de bom senso.

Há uns dias atrás ao visitar um blog que sigo já vai para dois anos de uma companheira de luta destas batalhas contra a bixarada das iscas no caso uma sócia já reformada (e que seja por muito e muitos anos) de seu nome Dani.
Nesta sua ultima publicação publicou uma campanha que um rapaz seu patrício está a fazer na rede social Twitter.

Resolvi juntar-me na divulgação da história do Thiago e da luta dele contra o preconceito o Thiago é como tantos outros vitima de preconceito por ser portador de uma doença.

Infelizmente ainda nos países ditos ocidentais e "civilizados" estas atitudes preconceituosas são prática corrente.

A seguir vejam o vídeo do Thiago divulgando a sua campanha..

@thiagovhiver from #1milhaosempreconceito on Vimeo.




Quando estava a preparar este post fiz uma pequena pesquisa na net e descobri este vídeo que nem vou comentar.....as imagens falam por si....









Ao ver este vídeo fez-me recuar uns anos quando andava no movimento associativo dos pais num de muitos encontros e seminários conheci um professor que quiz partilhar o seu projecto que tinha implantado na sua escola lutando contra tudo e todos por uma escola diferente da instituída e conseguiu.
Talvez num post futuro em que me apeteça falar sobre a nossa escola pública lhes falarei mais em detalhe sobre este excelente projecto neste momento o que eu queria realçar era o facto desta escola se situar num bairro difícil e que a turma desta professor era multi etno/racial/cultural mas existindo uma singularidade o único africano era branco .....

Neste outro vídeo que vos deixo trata-se de uma cena real filmada palas câmaras de um comboio em Espanha o individuo foi apanhado e foi a tribunal..




Este post era para ficar por aqui não fosse ter existido ontem um episódio lamentável que se passou com a minha filha mais nova na linha do Estoril,que por sorte não teve um final como o video anterior, um grupo de seis rapazolas tentou bloquea-la e rouba-la ela conseguiu escapar e pedia auxilio ao revisor que chamou a policia . O comboio ficou retido em Cascais até à chegada da policia ,identificados os agressores pela policia mas visto que as cameras do comboio estâo inoperacionais e os agressores sâo menores (17 anos coitados dos pequenos) portanto era a palavra de um contra seis (testemunhas não há,cegaram por momentos) o melhor e seguir cada um o seu caminho esperando dias melhores.

E é assim que episódios destes contribuem para a existencia de um clima de impunidade e sâo motivadoras de aumento do preconceito .

Fiquem bem e continuem a lutar pelo fim dos vários preconceitos

4 comentários:

assuncaoh disse...

Duro de ver, mas obrigado por nos lembrares a todos a triste realidade

Gatapininha disse...

Olá Jorge
Lamento pelo episódio traumático que a tua filhota teve que passar.
Também acho que os adolescentes deveriam ser responsabilizados!
Eu bem vejo alguns alunos que a minha escola tem.
jokas

Xani - Xanfrada disse...

Olá Jorge
Não sei bem o que lhe dizer acerca do que se passou com a sua filha, apenas que lamento profundamente. Só tenho pena que estas coisas não aconteçam aos senhores que fazem as leis que protegem essa escumalha.
Um grande abraço
O pai Bártolo

BRANCAMAR disse...

Pena existirem ainda tantos preconceitos.

As cenas dos vídeos são inqualificáveis.

Acho bem que o Jorje não escolha dias para falar destas coisas, pois todos os dias elas acontecem.

Espero que a filha esteja bem.
Até breve
Beijinhos
Branca

P.S. Passe pela Paróquia.