08/08/2009

Regresso

Depois de uma tentativa de voltar ao batente e apos dois dias decidi regressar ao lar doce lar.
Pois é a carcaça ainda nâo se encontra completamente reparada e portanto o melhor é continuar com a reparaçâo, aqui estou para vos deliciar ou aborrecer com as loucuras do Tico e do Teco, hehe.
Porque hoje é sabado os leitores deste espaço têm direito a um pequeno poema ;

Ai que prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada,
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.

O rio corre, bem ou mal,
Sem edição original.
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa...

Fernando Pessoa



Mas para que nâo fiquem sem alimento para o fisico aqui vai;

Sumo de abacaxi com hortelã-pimenta

Ingredientes:
1 abacaxi

folhas de hortelã-pimenta

Preparação:
Corta a rodela de abacaxi em pedaços e lava bem as folhas de hortelã-pimenta. Desfaz tudo com a misturadora e serve fresquinho.


FIQUEM BEM E FELIZES

4 comentários:

Brancamar disse...

Bom dia,

Gostei muito do poema do nosso sábio Fernando Pessoa e do sumo de abacaxi nem se fala. Ando numa de sumos e vou já ficar com a receita deste, até porque gosto imenso de abacaxi.
Quanto ao batente deixe-o lá estar que ele não foge e a carcaça é que não pode perder-se, :))

Nâo voltarei por estes dias, mas é por uma boa causa.

Beijinhos

fatimamedeiros disse...

Um poema belo, de tão singelo que é.Pudera, é de um dos maiores poetas portugueses.
Quanto ao sumo, só experimentando, não é?
Beijinho

Xanfrada disse...

Cheguei a decorar este poema quando era acometida de "preguiça-gravis", hihihihi.
ESpero que essas forças voltem á carcaça como lhe chama, mas não é preciso ir a correr trabalhar. Quanto ao abacaxi, obrigadita, já sei que é bom para manter a linha. Cá continuo com a sopinha e agora ameixas e laranjas e kiwis...pareço um hervíboro.

Grande abraço Jorge, extensivo á família.

Albertina disse...

Oh Jorginho!!!!Tanta vontade de bulir têm uns e outros tão pouca... Graças a Deus não tenho nada (físico) que me impeça de trabalhar... mas estava tão bem de férias... sem horários, sem stresses, a inventar receitas de sumos e afins, a ler, a escrever, a ver passar os aviões (hihihi)...
Deixe a natureza seguir o seu curso natural, que ela há-de dizer-lhe quando deve voltar ao batente! (a mim já me disse mas eu estou surda como uma porta... eheheh)..
Nhamm, bom sumo este!!!!
Faça o favor de ser FELIZZZZZZZZZZZZ