05/09/2008

O mundo do silencio II

Antes de mais quero dizer-vos que este meu estado profissional de" no fare niente "está a produzir os seus frutos, isto de dormir , comer e beber sem fazer nadica de nada tinha de fazer algum efeito como o fulano nunca foi de engordar o efeito só poderia ser no sentido de se sentir melhor e começar a sair do casulo mesmo que o raio de acçâo seja pequeno .

Bom em relaçâo ao tema do post anterior decidi mais uma vez voltar a ele porque acho que devo faze-lo mais que nao seja para que mais alguns ouvintes tenham um conhecimento maior sobre os surdos .

A comunidade que vos falei ela é muito diferenciada e composta de muitos nucleos pois como nós ouvintes os surdos sâo diferentes entre si a unica coisa que lhes é comum é a sua impossibilidade de ouvir de resto sâo pessoas como nós ouvintes ,estou a dizer-vos isto porque infelizmente a sociedade sempre olhou para os surdos de uma forma redutora achando que se tratava de seres inferiores e se recuarmos na história ficamos sem palavras com a forma como eram tratados . Por isso acho indispensavel que de uma vez por todas haja realmente vontade em melhorar o ensino para esta faixa da nossa sociedade que infelizmente tem sofrido ao longo de anos provocando insucesso e abandono escolar. Só um numero reduzido consegue chegar ao ensino superior, julgo que neste momento os estudantes surdos no ensino superior nâo sâo mais de dez e a nivel secundário tambem o panorama nâo é muito bom .

Aquela ideia de que se é surdo é mudo tem de ser modificada o surdo nâo ouve mas pode falar se para isso for ajudado com tecnicas especificas e melhor que estas palavras é ver uma entrevista com a Suely Ramalho uma surda brasileira que tenho colocado no canto superior direito.

Há muito a fazer em Portugal e fundamentalmente passa pela informaçâo a forma como as pessoas agem perante as diferenças difere se tem ou nâo conhecimento sobre ela.

Espero que o ano lectivo que se vai iniciar seja o principio de uma nova era no ensino dos surdos pois este ano houve formaçâo de professores surdos que em principio iram ser colocados nas escolas para leccionar lingua gestual aos alunos dos primeiros ciclos e com isso dar aos alunos uma ferramenta essencial para que possam comunicar e depois aprender tambem a lingua portuguesa .
Em relaçâo á integraçâo e ás politicas dirigidas ás pessoas diferentes fico admirado pelo facto de os surdos nâo terem ajudas por exemplo para as modificaçôes que tem de fazer quando compram uma casa (modificar a campainha para um sistema luminoso ) de quando pertendem colocar um implante terem de suportar todos os custos e terem de se deslocar a Coimbra pois é o unico sitio no pais que se coloca esta protese, enfim muito caminho há ainda para trilhar mas na minha opiniâo esse caminho pode ser feito com o apoio de todos e para que isso aconteça é necessário mais e mais informaçâo e por esta razâo conto convosco para que possam levar aos vossos nucleos de amigos e familiares esta questâo sobre a integraçâo das pessoas diferentes.
Amigas (os) espero ter contribuido para que fiquem a conhecer melhor este mundo ,um mundo sem som mas que tem uma riqueza humana enorme .

Façam-me o favor de ser felizes
Abraços e beijocas

22 comentários:

Mrs. Sea disse...

Há 2 anos estive a fazer uma formação de língua gestual... ADOREI! Isto porque a língua gestual sempre me cativou! E os surdos são pessoas iguais a nós, com sentimentos e qualidades e defeitos como todos nós...

Bjins

Brancamar disse...

Olá Jorge,

Que bom, post novo e mais informações interessantes! A parte 3 da entrevista com a Suely Ramalho vou ouvi-la depois de ir tomar uma cevadinha com a filha para a sala. Agora só quero felicitá-lo e agradecer por mais umas coisinhas que aprendi aqui, como aquela da campainha sonora que tem que passar a luminosa, é lógico, mas o facto é que nunca pensamos nisso.
Gostava mesmo de ver uma lista dessas pequenas-grandes coisas que têm que ser transformadas na vida dos surdos para que as pudesse ter sempre presentes. Se calhar tenho a cabeça feita ao contrário, é que eu lido desde os 14 anos através de Institutos de cegos com um ou dois amigos cegos que me ficaram para toda a vida e no caso deles o luminoso tem que ser transformado em sonoro. Agora começo a perceber que para os surdos tenho que raciocinar em termos inversos. É como a história do 112, os cegos poderão chamá-lo como nós porque aprendem a conhecer os números pelo tacto, normalmente usam relógios ou telemóveis com alguma saliência ou não, porque o tacto deles é extremamente apurado, mas como já uma vez me ensinou e li estes dias no site dos surdos, teve que ser feito um acordo com os serviços de emergência para aceitarem mensagens escritas dos surdos, através de um outro número.
Longo caminho que percorreram até chegar aí.
Fiquei também surpresa com o reduzido número de alunos mudos em níveis de ensino acima do básico. É escandaloso!
Vou interiorizar isto enquanto tomo a minha cevadinha e volto para estudar mais um bocadinho estas questões.
Fique bem e sempre melhor.
Beijinho.
Branca

paula simoes disse...

olá Jorge

infelizmente nas escolas não são só os surdos a terem problemas
crianças que necessitem de professores de apoio não os há e depois aprendem, ou não aprendem e depois vem desistência escolar
como o Jorge sabe eu tenho um filho com o síndrome de asperger (autismo)e infelizmente cada vez há mais crianças e maior parte das escolas não estão preparadas e o estado também não pretende dar formação aos professores e depois quem sofre?sofre filho porque é descriminado é posto de parte e sofre os pais porque não têm ajudas
por isso acho que havia de haver formações para todo o tipo de "problema"para os professores saberem lidar com as situações
desculpe este alongamento mas em certa parte também me toca

beijinhos do tamanho do Mundo

Carecaloira disse...

Folgo em saber que se sente melhor.

Beijo grande
Marina

sofia disse...

Boa noite.
Jorge cada vez gosto mais de o conhecer,sinto que é um homem que luta interessa-se por grandes causas,devia-se de aceitar inscrições para existirem mais pessoas assim...
ou formar
incentivar
sensibilizar
educar...
sei que nem todas as pessoas tem personalidade força geito,mas nesse caso não deviam de prejudicar os outros.
Penso que algumas pessoas por falta de formação julgam os surdos... com falta de competência...nesse caso talvez sejam eles a serem incompetentes.
Fico por aqui
Beijinhos
Sofia

paula simoes disse...

olá Jorge

obrigado pelas suas palavras de carinho
mas naquela escola acho que os professores ainda trabalham com o coração
nínguém conhecia o Nuno e foi uma recpção que eu nunca mais vou esqueçer sabe o que é acarinharem o nosso filho sem medos tocou-me e ele aceitar porque via que era o natural deles
desculpe eu estar a alongar-me mas ainda continuo emocionada devido aos acontecimentos

beijinhos do tamanho do Mundo

Brancamar disse...

Olá Jorge,

Espero que esteja bem.
Hoje não vou poder estar muito tempo no computador.
Amanhã estarei todo o dia em Esposende, num curso de Reiky, mas virei cá à noite.
Agora só quero dar-lhe uma novidade, se ainda não souber. O nosso amigo já chegou a S.Tomé, no princípio da semana estava já a ficar desesperado, mas parece que tudo se compôs e na quinta-feira partiu, em más condições, mas partiu e lá se aguentou. Falou agora muito bem disposto, já recuperou do aperto e cansaço de uma longa viagem.
Se ainda tiver oportunidade virei ouvir a parte 4 da entrevista da Sueli.
Fique bem.
Muita saúde, paz e amor.
Beijinhos
Branca

Albertina disse...

Querido Jorge

Sempre a lutar pelas grandes causas!
Obrigada por ser quem é!
Espero que esteja bem e que passe um óptimo domingo.

Beijinhos

Albertina

Linda disse...

Olá Jorge!!!
Olá Giorgio!!!
Fico feliz por saber que está bem, esse coração imenso a pensar sempre nos outros, o mundo do silêncio... não há maior silêncio do que aqueles "ouvem sem ouvir"
fique bem
beijinhos
Linda

Brancamar disse...

Olá Jorge,
Venho só desejar-lhe boa noite. Hoje não dá para mais, estou a pé desde as 6h e um dia inteiro por fora até às 21h.
Já vi por aqui algumas pequenas novidades, que eu "cusco" tudo,eheheh, apesar de as pestanas já estarem a fechar.
Continue a recuperar bem.
Beijinhos.
Branca

Lisa disse...

Jorge,

Fico contente pelo amigo estar a melhorar a olhos vistos.
A sua força também ajuda muito.

Neste país, ainda é muito difícil ser diferente.

O Jorge é um ser muito generoso.
Que Deus lhe dê em dobro aquilo que o amigo dá aos outros.

Obrigada pela visita ;)

Beijinhos

Lisa

Brancamar disse...

Olá amigo Jorge,

Espero que continue tudo bem.
Eu cá continuo a acompanhar a série de entrevistas da Sueli e tenho-me divertido imenso com ela.
Gostei muito dos slides de África.
África é sempe mágica!
Conheço uma amiga da blogosfera que é de Moçambique e ia adorar.
Também tenho cá familiares em Castelo Branco que vieram de lá, cidade da Beira (na altura).
Belas paisagens e rostos que nos deixou por aqui!
Beijinhos.
Branca

Brancamar disse...

Passei para deixar uma forcinha e para lhe dizer que não se esqueça de nos dar novidades quando voltar ao médico.
Já me diverti outra vez ali com a Sueli, experiências originais que ela teve!
A musiquinha aqui também continua boa, a acompanhar ali as belas paisagens de África.
Deixo beijinhos.
Branca

Linda disse...

Olá Jorge!!!
vim só para dar um beijinho!!!
Espero que esteja tudo ok com o JE

Beijinhos
Linda

paula simoes disse...

olá Jorge

passo para lhe deixar um beijinho de um bom dia de descanso
e que tudo esteja a correr pelo melhor

beijinhos do tamanho do Mundo

Brancamar disse...

Olá Jorge,

Passei por aqui ontem à noite em silêncio...era muito tarde e não o quis acordar,eheheh!

Já se deve ter apercebido que houveram aqui umas tias e primas que se juntaram para conhecer melhor as carinhas e as conversas umas das outras (cuscas), foi muito interessante...ponha-se bom depressa que também o queremos cá.
Logo, passarei de novo para ouvir a Sueli 6 que ontem não houve tempo.
Beijinhos
Amiga para sempre.
Branca

Brancamar disse...

A visita do costume.
Fui passando por aqui e nada se movimentou, espero que esteja tudo bem e que essas férias estejam a ser boas.
Beijinhos
Branca

Brancamar disse...

Voltei,
porque já estou a dormir de pé e esqueci-me que houve um pequeno pormenor que não me escapou, afinal houve um pequeno movimento :)
Beijinhos

Linda disse...

Olá Jorge!!!
Passo para lhe desejar uma boa noite
Espero que esteja tudo bem
Beijinhos
Linda

São Nunes disse...

Olá Jorge!

Continuação de boas férias, espero que continue tudo bem,
bom domingo
Beijinhos São

paula simoes disse...

olá Jorge

passo só para lhe desejar um bom fim de semana com tudo o que mereçe

beijinhos do tamanho do Mundo

Brancamar disse...

Boa noite jorge,

Acabei de vir de uma "conversinha" com o maestro Vitorino de Almeida, na Feira do Livro de Gondomar, a propósito de uma reedição do seu livro Coca-cola Killer.
Vim só desejar-lhe boa noite e bom Domingo, são horas de "nanar".
Que continue tudo bem é o que lhe desejo.
Beijinhos.
Branca